sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Desdobramentos da ansiedade

Aeaeaeaeaeaeae, a Avoada voltou!!!

Tô imaginando meu namorado agora, que fica todo feliz quando eu atualizo o blog. Acho que ele fica dando graças a Deus que eu consegui achar um pingo de disciplina dentro de mim, pelo menos o suficiente pra voltar aqui e falar com vocês! Obrigada pelo carinho de sempre, viu, gente! Sempre me divirto horrores aqui com vocês! Já escrevi em outros lugares na internet e nunca me diverti tanto quanto me divirto aqui no DDA.

Acho que é por que aqui, embora tenha o anonimato, sou eu mesma, com as minhas virtudes e meus defeitos, e minhas limitações ddazísticas. Que fique bem claro que ser distraído, enrolado e esquecido, no caso do DDA, não é necessariamente um defeito, mas sim uma condição do comportamento, que pode ser amenizada com muito TCC e medicação, e outros tratamentos alternativos que ainda pretendo estudar e discutir aqui com vocês.

Falo isso porque muitas vezes o TDAH tem comorbidades (distúrbios asssociados ao DDA), que prejudicam muito o tratamento e às vezes precisam ser tratadas até mesmo antes de ser tratado o TDAH.

Ah, gente, eu fico variando entre DDA e TDAH, mas é porque eu sou tia, entendeu?! Quando eu soube o que era Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, ainda se chamava Distúrbio de Déficit de Atenção. No último DSM-IV, um livro médico que define os transtornos psiquiátricos - esse ano já saiu mais um- o nome é mesmo TDAH, mas não é errado totalmente dizer DDA, eu acho. Então, quando eu falo DDA ou TDAH, to me referindo a mesma coisa, ok?!

Enfim, chega de devaneios!!! (Difícil, mas vou tentar)

Mas então, as comorbidades! Hehehe!

Eu não tenho nenhum diagnóstico definido pra comorbidade. Acho que sou meio hipocondríaca e minha terapeuta nunca fala pra não me assustar, sei lá. Mas o que já definimos é que tenho uma distmia louca e vario um pouco entre a depressão de leve e a ansiedade extrema.

Por conta da ansiedade, desenvolvi uma coisa chamada bruxismo.

O bruxismo é o hábito que a pessoa tem de ranger ou apertar os dentes e pode acontecer à noite (bruxismo noturno) ou durante o dia mesmo (bruxismo de vigília).

Acontece muito com pessoas que trabalham em situações que exigem muita atenção ou com muita tensão, como policiais, operadores de tráfego, analistas - deixa eu baixar essa música, que eu mal escuto meu pensamento, péra - tá. Então, pessoas que trabalham analisando coisas sofrem com bruxismo de vigília. E eu trabalho analisando coisas. E tenho os dois tipos de bruxismo.

Quem me acompanha meu twitter (@avoadda) viu que ando às voltas com dentes lascados e quebrados por conta disso e agora, pra piorar, vou ter que colocar uma coroa, ou seja, um pino e um dentinho de porcelana, porque o que restou do meu dente ficou muito fraquinho. O resto dos dentes lascados - são dois - podem ser resolvidos com um pouquinho de resina, mas esse dente mais avariado já sofreu tratamento de canal, então, não vai ter como salvar!

Fiquei muito triste, porque mamãe vendeu uma fazenda pra pagar meu aparelho nos dentes quando eu era criança e com toda modéstia, tenho um sorriso bem bonito. A ideia de fazer canal já me deixou chocada na época - o cigarro, outra muleta contra a ansiedade, acaba com o esmalte dos dentes, deixando-o mais exposto à cáries violentas como a que eu tive - e de colocar uma prótese então me deixou ainda mais triste.

Mas pelo menos agora o dentista vai fazer uma plaquinha de acrílico com o molde dos meus dentes pra evitar que eu fique apertando tanto e se apertar, que não prejudique tanto os dentes.

Mas ele disse que a melhor solução pra isso é uma dança de salão, uma yoga, uma meditação! Hahaha!

Aí eu fui fazer uma aula experimental de dança afro!

Mas isso eu conto no próximo post...

Até lá!

Beijoooo!

domingo, 6 de janeiro de 2013

DDA assistindo TV




Um amigo, ciente do blog, veio me contar uma história e me autorizou de relatar pra vocês.

O cara estava em uma daquelas tardes tediosas assistindo TV e se deparou com um programa em que ele sabia que uma amiga trabalhava nos bastidores, um programa da Record.

Resolveu assistir pra dar uma olhada no trabalho da amiga e começou a reparar que tinham muitos atores que já tinham sido da Globo, e atores consagrados. Um atrás do outro, um desfile de globais!

E era engraçadinho! Tinham umas esquetes espirituosas e a pessoa já tava dando até umas risadinhas...

E aquele elenco, poutz, deve ter custado um dinheiro! Pô, a Record tá cheia da grana mesmo!

E quando o cara já ia postar que a "Record tá tirando mão-de-obra da Globo à rodo!", eis que cai a ficha.

O cara esqueceu que tinha trocado de canal meia hora atrás e tava rindo daquele filmeco da Globo, o "Muita calma nessa hora." ¬¬

Se você também tem causos assim pra contar, o e-mail é diariodeumaavoada@gmail.com.

Sigilo garantido. Ou você pode me dizer seu nome e confiar que eu vou esquecer. Porque eu provavelmente vou.

Talvez você goste de...

Tags

ABDA (4) academia (2) acordar (1) adolescência (1) agressividade (2) álcool (1) alimentação (1) android (1) anjo da guarda (1) ano novo (1) ansiedade (5) antidepressivos (2) apertar dentes (1) aplicativos (2) arte (2) asperger (1) astrid (2) atrasos (1) autismo (1) autoboicote (1) autoconhecimento (1) autosabotagem (1) banho (1) bau (2) bebida (2) benfeitoria (1) benjamin franklin (1) bispo do rosário (1) blog (3) bruxismo (1) bula (1) bullet journal (1) bulletjournal (1) casa (1) causos (1) celular (2) cérebro (4) ciclotimia (1) cocaína (1) colônia Juliano Moreira (1) como eu me sinto quando (1) contato (1) cotidiano (22) cozinha (2) crianças (1) crianças cristal (1) crianças índigo (1) crise (1) dança (2) daniel radcliff (1) dda (1) dentes (1) depressão (3) desatento (3) dgt td (1) dica (1) direito (1) disforia (1) dispraxia (1) distmia (2) distração (3) divagar (1) divaldo franco (1) dívidas (1) dor (1) dorgas (1) drogas (1) efeitos colaterais (3) eleições 2014 (1) escola (1) espiritismo (4) esquecimento (5) estimulantes (1) estrutura externa (3) estudos (2) evernote (1) Exercício (1) exercícios (3) facebook (1) faculdade (1) festa duro (1) foco (1) forbes (1) fórum (1) gardenal (1) gerenciamento de tempo (4) gestor de tarefas (2) google (1) grupo de ajuda (1) gtasks (1) hallowell (2) Hariel (1) harry potter (1) hiperatividade (2) hiperativo (3) hiperfoco (1) Hospício Pedro II (1) impulsividade (1) infância (1) insensata (1) insônia (3) ioga (2) Joanna de Ângelis (1) jogos (1) kátia cega (1) leitura (1) link (2) listas (3) literatura (1) livro (9) loucura (1) lumosity (3) maconha (1) Maksoud (2) mandíbula (1) mau-humor (1) medicação (11) meditação (3) meme (6) memes (1) memória (1) metilfenidato (1) métodos (5) mitos (9) mostra (1) não está sendo fácil (1) neurofeedback (1) notícia (1) o ciclo da auto-sabotagem (1) organização (6) party hard (1) paulo mattos (2) pesquisa (1) Pinel (1) poesia (1) posts (1) Produtividade (1) psicologia (1) ranger dentes (1) reiki (1) relações sociais (2) relato (1) religião (3) resenha (2) rio de janeiro (1) ritalina (7) ritalina com bobagem (1) rivotril (1) rotina (2) russel barkley (1) São Paulo (2) saúde (2) Seminário (2) site (1) sono (2) stanford (1) tarefas (2) tasks. listas (1) tda (1) tdah (18) tdah adulto (7) tdah infantil (3) tendência (1) teorias (1) teste (2) trabalho (5) tv (1) viagem (1) viagra (1) vício (1) vida financeira (1) Vídeo (5) vídeos (1) vugnon (1) yoga (2)